O caminho para Jerusalém

Recentemente uma polêmica tomou conta do noticiário: a disposição do novo governo do Brasil em mudar a sede da Embaixada do Brasil em Israel de Tel Aviv para Jerusalém. Isso implica em reconhecer a cidade como capital dos judeus. Apenas os Estados Unidos e a Guatemala tomaram esta decisão. O Paraguai, no final do mandato de Horácio Cartes, optou por este caminho que foi revogado quando Abdo Benítez assumiu a presidência.

Jerusalém, tanto para cristãos quanto para muçulmanos e para judeus é a Cidade Santa. Desde 1947, deveria ser um “corpo separado”, sob controle internacional. No ano seguinte, o conflito entre árabes e israelenses levou à divisão da cidade. De um lado, Jerusalém Ocidental controlada por Israel e, de outro, Jerusalém Oriental, controlada pela Jordânia. A partir de 1967, Israel passou a controlar toda a área e a fazer assentamentos na banda oriental, o que a comunidade internacional considera ilegal.

Se um país reconhece Jerusalém como capital de Israel, está dando um recado para a comunidade internacional. Ignora-se que o status da cidade somente deveria ser decidido em negociações de paz no âmbito das Nações Unidas (ONU). Se o Brasil seguir este caminho, mudará a maneira que é visto no mundo, especialmente no Oriente Médio. Tenderá a se isolar diplomaticamente e, dentre outras consequências, suas exportações de carne e aves poderão ser afetadas. 

Finalmente, seguir Donald Trump implicará no alinhamento da política externa aos Estados Unidos. Se vir a concretizar, a futuro reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel é um aceno para o público evangélico que, tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil, tende a ser pró-Israel. Mas, o custo para os brasileiros será mais alto do que para os americanos. Para os demais membros da comunidade internacional, é mais fácil se afastar do Brasil que dos Estados Unidos.

Por: Micael Alvino da Silva. Publicado originalmente em: Revista 100 Fronteiras, Edição 161, Fevereiro de 2019, p. 16.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s